Header Ads

header ad

Marejada aposta na sustentabilidade e reduz consumo de plásticos

Maior festa do pescado do Brasil, a Marejada 2019 aposta em ações sustentáveis para reduzir o consumo de plástico durante seus 13 dias de programação, de 8 a 20 de outubro no Centreventos de Itajaí. Nesta 33ª edição, talheres e pratos usados na praça de alimentação serão recicláveis ou reutilizáveis. A proposta faz parte do plano de sustentabilidade da festa e recebe apoio do Ministério do Meio Ambiente.


Para alcançar a meta, a Marejada 2019 irá retirar as embalagens plásticas de água de sua operação de bebidas. A empresa Europa fornecerá, através de bebedouros, água tratada gratuitamente para todo o público do evento. O Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura de Itajaí (SEMASA) também estará presente.

A Secretaria de Turismo e Eventos aplicará ainda o Plano de Gerenciamento de Resíduos, que realiza o manejo adequado dos resíduos sólidos. Em 2018, foram recolhidas 24,9 toneladas ao longo de todo o evento.

A Marejada também estimula o uso de copos ecológicos. A medida previne o descarte de mais de 900 mil copos plásticos, reafirmando o compromisso de Itajaí com o meio ambiente e com o protocolo Mares Limpos da Organização das Nações Unidas (ONU), assinado durante a regata Volvo Ocean Race, em abril de 2018.

“Queremos aproveitar o público do evento, a mídia e todos os parceiros que a festa envolve para abordar a importância da sustentabilidade no dia a dia das pessoas. A sustentabilidade é um dos principais pilares do evento, que fortalece a premissa do consumo consciente e reduz a quantidade de lixo plástico produzido na festa”, destaca o secretário de Turismo e Eventos de Itajaí, Evandro Neiva.

Os parceiros do evento já estão engajados nesta temática. A Germânia, por exemplo, bebida oficial desta edição da festa, possui CO² proveniente apenas da fermentação química, processo que é próprio para o ramo alimentício e de bebidas, uma vez que não retém partículas da queima. Essa vantagem é socialmente responsável, pois não agride o meio ambiente ao deixar de lançar partículas na atmosfera, muitas delas nocivas à saúde.

Além do plano de sustentabilidade da Marejada, o acordo com o Ministério do Meio Ambiente envolve ao todo quatro metas para redução do lixo marinho e realização de ações para o aprimoramento da gestão costeira no Município.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.