Header Ads

header ad

Pesquisador catarinense tem estudo de governança turística reconhecido

Santa Catarina tem um dos cinco pesquisadores de turismo do Brasil com bolsa Nível 1 do CNPQ, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Comprovando a vocação latente do estado para este setor, o pesquisador da UNIVALI professor Francisco Antônio dos Anjos alcançou este importante reconhecimento defendendo um trabalho sobre a Avaliação da governança do turismo de Santa Catarina.

A notícia foi divulgada na segunda semana de janeiro e vem sendo comemorada pelo meio acadêmico do estado. Atualmente menos de 1% do PIB brasileiro é investido em pesquisa científica, o que afunila ainda mais as possibilidades de uma área tão especifica ganhar espaço neste universo que embasa ações práticas eficazes.

Trabalhando há mais de duas décadas na área do turismo, Francisco convergiu sua relação prática com o turismo catarinense, entre elas no exercício da função de Secretário Adjunto de Turismo, Cultura e Esporte do Estado de Santa Catarina Brasil entre 2017 e 2018, com um trabalho cientifico reconhecido com ineditismos. "O turismo de Santa Catarina tem como principal característica a governança regional, materializada pelas Instâncias de Governança Regionais (IGRs), que ajudam o justificar a dinamismo do turismo catarinense. Enquanto Secretario adjunto, tive oportunidade de ajudar no fortalecimento das IGRs, como fortalecimento de sua estruturação, planejamento estratégico e educação em Turismo", explica Francisco.

Para atingir este reconhecimento, além de um trabalho de mais de quinze anos voltados a percepção dos hiatos técnicos dentro das ações governamentais no trade turístico catarinense, a contribuição de Francisco para a formação na área do turismo também contou. Ele foi fundador e primeiro coordenador do pioneiro doutorado do Brasil em Turismo e Hotelaria que funciona desde 2013 na Univali de Balneário Camboriú, especialização que detém, desde então, a melhor nota do Brasil na avaliação da CAPES/MEC, órgão do Ministério responsável pela avaliação dos cursos de doutorado em Turismo no Brasil. E seu currículo se estende muito além desta importante contribuição.

Confira o currículo do único catarinense com bolsa nível 1 no CNPQ em Turismo, que é destinada a pesquisadores que se destaquem entre seus pares, valorizando sua produção científica segundo critérios normativos, e que vai permitir que nos próximos quatro anos Francisco aprofunde as pesquisas que já vem desenvolvendo em Governança, Imagem e desempenho competitivo de destinos turísticos de Santa Catarina e sua correlação com destinos de outros países.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.